Pato Preto

Pato Preto

Nesse fim de semana resolvi fazer algo diferente: juntei meus amigos em uma cobertura, mandei todo mundo colocar uma fantasia, levar uma birita de sua escolha e fazer carão pra comemorar meu aniversário.

Apesar da minha garganta e voz terem tirado férias depois da minha festa, tenho que dizer que valeu muito a pena.

Afinal, não é todo dia que você vê suas amigas vestidas de coelhinha da Playboy, perua curitibana dos anos 90 (Maria Mercedez Slavieiro, para os íntimos), Valesca Popozuda (com direito a plaquinha escrito “apelido Quero Dar) e etc.

Até quinta-feira eu não tinha decidido minha fantasia, mas aí resolvi me agarrar no tutorial da dona Julia Petit e num pote de pancake branco, peguei um corpete e saia de tule emprestada e fui lá fazer minha personificação do Pato Preto, o irmão sem finesse do Cisne Negro. Foi nisso que deu:

Me mandaram fazer cara de brava pra foto. Foi isso que saiu.

Não ficou assim aqueeela perfeição, mas eu achei que ficou bem divertido! Pra sair todo esse pretume depois foi meio chatinho, mas nada que uma água morna e shampoo Johnson’s não resolvam!

Gostaram? Eu publicaria mais fantasias por aqui mas acho que a dignidade e vida social do pessoal ia ficar meio afetada por isso :)

por Julia