Janelle Monae

Grammy’s 2011

O Grammy é um prêmio com um red-carpet único. Bizarrices à parte, como Lady Gaga entrando em um ovo ou nosso favorito The Suburbs do Arcade Fire ganhando o melhor álbum do ano (e indignando uma galera), a premiação nos mostra todo um UNIVERSO de vestidos medonhos que não conhecíamos.

Foi difícil selecionar algum para salvar ou algum para não partilhar com vocês o quão absurdo. Confira nossa modesta opinião sobre esses trajes/fantasias/looks:

Katy Perry

Manu: Você achava que Armani Privé era sinônimo de luxo, poder e sedução? Mas o que é esse TRAJE que a Katy Perry decidiu usar? Talvez seja efeito da sua crise matrimonial, mas a moça quis provar um ponto sobrevoando o red carpet com asas! Não, Katy, você não é o cisne branco, nem a Bjork. Além disso, parece que alguém arrancou a parte de cima do seu vestido em um bitch fight, deixando a mostra um sutiã bem bafônico! A make up, pelo menos, tá linda, como sempre.

Ju: Esse vestido seria errado em um desfile da Victoria’s Secret. E desfile da Victoria’s Secret já é uma das coisas mais equivocadas da humanidade.

Rihanna

Manu: Aqui, novamente, quebra de paradigmas. Não, Rihanna, você e Jean Paul Gaultier não funcionaram juntos. Parece que você pegou um enfeite que imita neve em árvore de natal e se enrolou toda nele. Ainda bem que seu objetivo era causar com a transparência, mesmo que seu sorriso inocente não transpareça isso. Desaprovo.

Ju: Se eu me enrolasse em tule e pegasse minha gata no colo, o resultado seria semelhante. CLASSUDO.

Lea Michelle

Manu: A combinação de Lea Michelle, Emilio Pucci e preto só poderia resultar em muito drama. Drama até demais! Para falar a verdade, na comparação com os demais looks de noite, eu até curti a Lea. Mas assim, não precisa querer sair de mortícia toda vez, né? Curti o sapato e o batom!

Ju: O vestido é legal, mas não sei, essa pose tipo “sou sexy sou dramática olha meu vestido GENTCHY!” me dá um tédio eterno. Batom lindão, pra não dizer que não curti nada.

Dianna Agron

Manu: Curti a Dianna Agron em um modelo clássico Vivienne Westwood. Talvez tenha ficado uma coisa rock n’roll meio fake, visto que ela não é muito rock n’roll (pelo menos eu acho). Amei muuuito esses brincos e a maquiagem dela! Que esfumado mara, né? O Cabelo também tava muito legal. O sapato poderia ser um pouco mais ousado, mas não estragou nada. Ponto pra ela, uma das mais bem vestidas da noite!

Ju: Concordo com a Manu: o look é bem rock’n’roll pra uma menina tão mocinha do bem, achei forçadão. A maquiagem e o brinco são lindos, mas não ornou com o espírito da Dianna.

Nicole Kidman

Manu: Esse vestido Jean Paul Gaultier é beeeeem bonito, mas na Nicole Kidman, eu não gostei. Acho que estou implicando com ela, AINDA. Não sei por que a gente ainda coloca ela aqui, porque ela sempre estraga tudo com um styling tosco. Blé pra ela, mas mi dá o cabelo?

Ju: O dia que a Nicole Kidman parar de atuar, serei mais feliz porque a) ela é uma atriz péssima e b) ela vai parar de me assustar/entediar no red carpet.

Janelle Monaé

Manu: A Janelle só tá aqui por que ela é muito fofa. E foi vestida de Janelle, o que eu agradeço, pq acho tão legal esse look tomboy meets caminhão de brilho.

Ju: Janellezinha é linda fofa gracinha maravilhosa SUA LINDA POÇO DE TALENTO. O look terninho preto e branco é a marca registrada (junto com o cabelinho de cacatua, haha) dela e achei muito fofo ela usando ele com glamour. Nunca tinha visto ela usando salto, achei legal, e o terninho de paetê é amor. Se você não viu o show dela no Grammy, VEJA, porque foi um dos três minutos que fizeram ‘sa bosta de premiação valer a pena.

Ciara

Manu: Eu nem sei quem é Ciara, mas acho que ela errou muito. Tudo bem, ela tem um corpão de arrasar, mas fez a Blake Lively on Drugs, com esse decote imenso e essa fenda maior ainda. Mal tem vestido nesse vestido Pucci! A sandália era quase legal, mas, no fim, achei meio esquisitinha.

Ju: Ah, gente, vocês tão vendo a roupa, não preciso dizer o óbvio, né? E sabe o que é o pior? O sapato é muito feio e não tem nada a ver com esse vestido horrendo. Tudo muito equivocado, minha gente.

Jennifer Hudson

Manu: Gente, o que houve com essa menina? Que ela emagreceu um monte eu já sabia, mas ela fez plástica no rosto? A chiqueza e finesse do Versace foram por água a baixo com esse decote apertado no maior estilo “oi, eu tenho peitos”. Fora isso, curti o vestido e o Louboutin, Jen.

Ju: As boleta que ela tá tomando pra emagrecer mexeram com a cabeça da menina, só isso justifica esse decote espremidão. Não curti no geral, mas o vestido não chega a ser horrendo.

Florence Welch

Manu: Depois da Carine Roitfield, a Florence foi a segunda a usar um vestido daquela coleção bafo que o Ricardo Tisci fez pra Givenchy Couture. Eu amei demais e vocês?

Ju: Eu achei essa coleção da Givenchy lindíssima, e achei que tem tudo a ver com a Florence, esse POÇO DE TALENTO [2] que geralmente faz escolhas mais… artísticas, digamos. Ornou bem com o espírito dela, é tipo a Bjork usando vestido de cisne.

Nicki Minaj

Manu: Na verdade, não tenho muito o que dizer sobre o look dessa moça. Vale pela bizarria de ir pro red-carpet fantasiada de “um leopardo me comeu” e ainda completar com um penteado para lá de ANIMADO. Radical, super transada, e arrasando no batom pink da MAC que leva seu nome.

Ju: Gente que tenta chocar a sociedade com roupa feia me dá sono.

Kelly Osbourne

Manu: A Kelly estava uma graça de Tadashi Shoji e sapatinhos brilhosos. Fofa, girlie, linda! Até um pouco anti-Grammy com tanta graça!

Ju: Fofinha, mas só consigo olhar por CABEÇÃO da menina, jesus.

Jennifer Lopez e Miley Cyrus

Manu: Gents, o que houve com essas duas? Foram no mesmo stylist? Jennifer de Pucci e Miley de Cavalli estavam meio gêmeas, com vestidos mega brilhosos e apliques generosos e horrorosos muito maiores do que gostaríamos. Não fosse o cabelón, a Jenny from the block estaria gata com esse Louboutin spiked. Já a Miley, sei lá, num achei grandes coisas e acho ela totalmente sem graça.

Ju: Pra provar que mau gosto não distingue idade, talento (que as duas não têm, aliás), conta bancária, ter um stylist…

Heidi Klum

Manu: A Heidi Klum tá perdendo o estilo? NÃO! Por favor, volta para a gente! Achei esse vestido dourado decotado até bonito, e de acordo com o FIGURINO do Grammy, mas sei lá, sinto falta da Heidi mais fashionista e elegante…

Ju: Tilanguice extrema esse vestido, não curti nada. O tipo dos paetês e a costura na frente me dão a impressão de vestido barato, sabem? O cabelo tá bonito, pra salvar um pouco.

Eva Longoria

Manu: Curti muito esse look! Vestido lindo da Ashi! Bem fino e divertido ao mesmo tempo, cheio de texturas bonitas! O brincão tá gato e a maquiagem é a de bonita que ela sempre usa. Uma ankle boot teria sido mais inovadora, mas, né, a Eva não é muito risk taker.

Ju: Não achei grandes coisas, mas também não chega a estar feio. Tá tudo no lugar, mas não vi graça…

Kim Kardashian

Manu: Tecido dourado brilhoso? Check. Decotão até a barriga? Check. Fenda gigantesca? Check. Cabelão com escova modelada? Check. Peep toe nude? Check. Argolão? Check. Maquiagem de bonita de sempre? Check. Ai, Kim, que sono de você. Só curti o braceletão de cobra.

Ju: Só digo uma coisa, senão serei (mais) grosseira: biscate.

E vocês, meninas, o que acharam? E quem viu o Grammy viu graça na Lady Gaga de látex dançando Express Yourself Born This Way, haha?

Anúncios

Retrospectiva 2010: Balaio

Hoje é o dia de dar uma olhadinha nos filmes, músicas e séries que marcaram nosso 2010.

Um ótimo fim de ano pra todo mundo que acompanhou o Sem Finesse, as incríveis novas amigas que conhecemos pelo blog e a todo mundo que alegrou esse ano! :)

Melhor filme

Manu: A Origem tem um roteiro que nos deixou maluquinhos e foi o mais marcante em 2010! Combine um roteiro doido com Leo di Caprio, efeitos visuais fantásticos e um diretor maravilhoso e você tem o quanto eu amo este filme!

Ju: Acho que vi menos filmes nesse ano que em qualquer outro da minha vida. Por isso, A Origem entra aqui (até pelo tanto de memes que surgiram a partir do filme), mas faltou assistir um monte de outros. Fica na resolução de 2011 assistir mais filmes!

Melhor série drama

dexter mad men parenthood

Manu: Eu jamais consigo escolher apenas uma série (me sinto injusta com as outras!). Neste ano amei muito Mad Men, como sempre. A surpresa foi Parenthood, com sua abertura mais linda do mundo, atores ótimos (Lorelai e Nate!), um roteiro sensível e episódios fantásticos. Sentirei muita saudade se for cancelada!

Ju: Comecei a ver Mad Men esse ano e me apaixonei pela série, que tem os melhores roteiros e personagens de drama atualmente. Dexter foi meio irregular e teve uma season finale mais morna que a última, mas ainda é incrível.

Melhor série comédia

modern family community how i met your mother

Manu: Minhas comédias favoritas de 2010 foram Modern Family, com suas tiradas excepcionais e personagens estereótipos que fogem do esperado e Community, que, apesar de ninguém ter gostado, eu amo! A série se passa em uma community college americana e os personagens são todos losers! Muita piada em relação à TV e episódios temáticos! (Quem não gostar, não brigue comigo, ok? Ninguém gosta, então eu não recomendo mais! haha)

Ju: Apesar de uma temporada meio fraquinha com só alguns episódios incríveis (Blitzgiving!), How I Met Your Mother continua sendo minha série de comédia preferida (gosto mais que Friends – pronto, podem brigar comigo!).

Melhor atriz

Jane Lynch - Sue Sylvester January Jones - Betty Draper

Manu: Glee não seria a mesma série sem Jane Lynch, a Sue Sylvester! Ótima atriz de comédia, garantia de boas risadas! Os episódios sem ela não são a mesma coisa.

Ju: A cada dia que passa Betty Draper se torna mais detestável em Mad Men. A season finale com a frase “no one ever takes you side, Betty”, resume o drama personagem tão pouco simpática, interpretada com perfeição por January Jones!

Melhor ator

jon hamm neil patrick harris jim parsons michael c. hall

Manu: Fico entre três: Jon Hamm, Neil Patrick Harris e Jim Parsons! Cada um com sua graça: o John e seu ar blasé que constrói completamente o caráter de Don Draper, Neil e sua graça natural que faz a gente rolar de rir com apenas uma palavra (LEGENDARY!), e o Jim com seu jeito esquisito de ser que faz do Sheldon um estranho fofo!

Ju: Nessa temporada de Mad Men, Jon Hamm conseguiu deixar Don Draper muito mais humano (se você não chora vendo The Suitcase, falta um coração aí). Michael C. Hall é fantástico desde a época de Six Feet Under e também esteve incrível em Dexter nessa temporada sensível e tensa.

Melhores momentos

himym-glee-lost-mad-men melhores momentos 2010

Manu: Barney cantando “Nothings Suits Me Like a Suit“, a participação especial de Gwyneth Paltrow em Glee cantando Forget You de Cee Lo Green e os últimos momentos de Lost (spoiler para quem não viu!).

Ju: Apesar de alguns problemas na última temporada, o final de Lost foi um dos momentos mais fodas do ano. Don Draper desabando em The Suitcase foi a cena do ano (só encontrei esse gif, que deixa a cena hilária, hahaha).

Melhor banda

Manu: Em qualquer ano a resposta será provavelmente Arcade Fire! E esse ano eles arrasaram com CD novo e tudo mais! Objetivo de vida do Sem Finesse para 2011: vê-los ao vivo!

Ju: O Arcade Fire lançou o incrível The Suburbs esse ano e fez todo mundo morrer de nostalgia de alguma coisa que ninguém sabe bem o que é.

Melhor música

Manu: A minha música de 2010 foi Nada Será Como Antes do Clube da Esquina, por que foi a que escolhi para tocar na minha formatura. Significa muito para mim!

Ju: Ready to Start, do Arcade Fire, marcou bastante o ano (aliás, quase todas do disco novo!).

Melhor cantor

Manu: Durante o ano, gostei demais de ouvir o disco do Cee Lo Green, The Lady Killer!

Ju: Esse ano o Fyfe Dangerfield, do Guillemots, uma das minhas bandas preferidas, lançou um disco solo que me deixou feliz da vida :)

Melhor cantora


Manu: Não sei se é a melhor cantora, mas em 2010, amei escutar Duffy!

Ju: Esse ano valeu só por ter descoberto a inacreditável Janelle Monaé – que vejo ao vivo semana que vem em Florianópolis, começando o ano muito bem! :)

Melhor show

Manu: Regina Spektor no SWU! Definitivamente, amei a experiência de ver minha cantora favorita ao vivo, a apenas alguns metros de distância!

Ju: A maior expectativa do ano foi pra ver Regininha, mas eu tenho que dizer que o melhor do ano foi o Terra: vi of Montreal, Mika, Phoenix e Pavement na grade (ó a minha foto bem faceira na grade :D).

Pronto! Terminou nossa retrospectiva de 2010! Que 2011 venha cheio de roupas bonitas, esmaltes brilhantes, músicas boas e novos filmes e séries pra gente se divertir :)